sábado, 30 de janeiro de 2010

Efeméride "Mahatma Ghandi"

“Não existe um caminho para a felicidade. A felicidade é o caminho.”
Esta é uma das muitas sábias palavras proferidas por uma alma maravilhosa que fez parte de todos nós. Falo de Mahatma Ghandi nascido em 1869 na Índia ocidental. Um líder Pacifista da humanidade e principal personalidade da independência desse país.
Estudou Direito em Inglaterra.
Voltou para a Índia aquando da morte da mãe e não teve grande sucesso como advogado no país Natal dele. Aproveitou uma oportunidade de representar uma empresa na África do Sul e foi lá que despertou para a consciência social devido à notória discriminação racial.
Ghandi inicia o movimento pacifista, lutando pelos direitos dos hindus daquele país. Semelhante a Madre Teres de Calcutá, Mahatma, que curiosamente significa “A grande alma” em sânscrito, prega a não violência como forma de luta. Volta à Índia em 1914 e difunde seu o movimento, cujo método principal é a resistência passiva.
Em 1922 é preso por ter participado numa greve contra o aumento dos impostos.
Depois de mais de 20 anos de luta pela independência do país natal de Ghandi, a vitória é conseguida em 1947 e finalmente proclamada a independência da Índia. Ainda nesse ano, a hostilidade entre hindus e muçulmanos atinge o auge do fanatismo.
Os muçulmanos reivindicam um Estado independente, o Paquistão. Gandhi tenta restabelecer a paz e evitar a luta entre hindus e muçulmanos, aceitando a divisão do país e dando início a uma décima-quinta greve de fome. O sacrifício pessoal de Gandhi e a sua firmeza conseguem o que nem os políticos nem o exército conseguiram: a Índia conquista a sua independência e é criado o Estado muçulmano do Paquistão. A divisão atrai para ele o ódio dos nacionalistas hindus.
Gandhi morre em 30 de Janeiro de 1948, assassinado por um hindu.

Sem comentários:

Enviar um comentário